A Ética de Spinoza, início em 07/03/13


Como combate a todo modo de viver que nega o corpo e as paixões, o filósofo Benedictus de Spinoza afirma que a liberdade não está em outro mundo, mas neste mundo que vivemos. Viver de modo livre consiste, basicamente, na efetuação da capacidade que a mente possui para regular e refrear as paixões através de um conhecimento adequado de Deus ou da Natureza. Ao contrário da teologia, Spinoza afirma que Deus é uma substância imanente a tudo que existe, de modo que algo existente exprime necessariamente a potência de Deus ou da Natureza, ou seja, Deus não é um criador transcendente, mas sim um produtor imanente de tudo que existe. Portanto, o remédio para as paixões não está na crença em um mundo transcendente ou em algum salvador, mas sim no conhecimento de Deus ou da Natureza. Como há uma capacidade real da nossa mente para conhecer e ordenar as afecções do corpo, ao efetuarmos isso, ficamos alegres com a nossa própria potência de agir e de pensar.

- O curso é destinado a interessados em geral e não é necessário ter conhecimento prévio para participar.
- Os alunos terão acesso exclusivo aos áudios de todas as aulas.
- Cada aula é dividida em três partes: na primeira parte, exposição dos conceitos; na segunda parte, perguntas dos alunos; na terceira parte, comentários de trechos selecionados da obra Ética.


PROGRAMA

MARÇO: Distinção entre natureza naturante e natureza naturada: os atributos da Natureza e seus respectivos modos (infinitos e finitos). A relação entre mente e corpo. As ilusões da consciência.

ABRIL: O primeiro gênero de conhecimento: as noções universais e as dicotomias que surgem através da imaginação (bem e mal, belo e feio, ordem e confusão, entre outras). A produção dos afetos-paixões de desejo, alegria, tristeza, amor, ódio e outros. A força dos afetos-paixões e a servidão humana.

MAIO: A distinção entre afetos-paixões nocivos e úteis. O segundo gênero de conhecimento: as noções comuns e a razão. A produção dos afetos-ações de alegria (satisfação consigo mesmo) e de desejo (firmeza e generosidade). Estado natural e estado civil.

JUNHO: A força da mente ativa sobre os afetos de tristeza. A distinção entre o amor à Natureza relacionado às afecções do corpo e o amor à Natureza relacionado à mente. O terceiro gênero de conhecimento: a intuição e a experiência da eternidade.


Início: quinta-feira, 07 de Março de 2013
Duração: 16 aulas, de 07/03 a 27/06
Horário: às quintas, das 20h às 22h
Valor: R$ 150,00 mensais (Março, Abril, Maio e Junho)
Endereço: Rua Silvia 110, 12º andar (próx. ao Metrô Trianon-Masp), Bela Vista, São Paulo


Inscrições:
Envie um e-mail para amaureks@gmail.com e informe nome, e-mail e telefone. 
O pagamento da primeira parcela é feito no local do curso, na primeira aula.
Vagas limitadas.



Ver mapa maior

 


Amauri Ferreira é filósofo, escritor e professor. Ministra cursos livres de filosofia e palestras em diversos espaços culturais e instituições de ensino. É autor dos livros "Introdução à Filosofia de Spinoza" (Editora Quebra Nozes) e "Introdução à Filosofia de Nietzsche" (Editora Yellow Cat Books). É também autor dos artigos "Mente, corpo, imaginação e memória em Espinosa", "Culpa, ressentimento e a inversão dos valores em Nietzsche" (ambos publicados pela revista Filosofia, da Editora Escala) e "Corpo e pensamento: a invenção de outro sentido" (publicado pela Revista Reichiana, do Instituto Sedes Sapientiae).

Livros e artigos para download, cursos, vídeos e áudios estão disponíveis em www.amauriferreira.com

Acompanhe também pelo Facebook e Twitter. 

Comentários